Se isto não coisar clique aqui e assim. Olhe que não, shô Doutor! Olhe que não...: Euro(peias) 2004 <body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6653557\x26blogName\x3dOlhe+que+n%C3%A3o,+sh%C3%B4+Doutor!+Olhe+que+n%C3%A3...\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://olhequenao.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://olhequenao.blogspot.com/\x26vt\x3d-538406010109702714', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Olhe que não, shô Doutor! Olhe que não...

Verdades absolutas sobre basicamente tudo.
All great truths begin as blasphemies.
Nem mais. Porra. 

14 de junho de 2004

Euro(peias) 2004

As eleições para o parlamento europeu registaram um nível de abstenção que, embora não escandaloso, conseguiu bater todos os anteriores. Está mais que visto que é preciso inovar. O actual processo não convence ninguém a ir às urnas. As pessoas não gostam de voltar a escolas secundárias onde apanhavam no focinho todos os dias, onde lhes roubavam o lanche e onde os benziam na sanita. Não gostam que digam o seu nome em voz alta numa sala cheia de desconhecidos, especialmente se tem um nome idiota que dá para fazer trocadilhos fáceis. Não gostam que lhes digam que o voto é para dobrar em quatro e não quatro vezes!

Além disso, as pessoas reparam que quando é para as escolhas que realmente interessam, ninguém os convoca para uma votação. O exemplo mais escandaloso foi o dos 23 escolhidos para o Euro 2004. Se ninguém chamou o povo para decidir se o Baía devia ou não ir à selecção, porque é que raio o povo se havia de sentir tentado a eleger 24 deputados para umas europeias? Não dava para trocar? Meter o povo a eleger os 23 convocados para o Euro e o Scolari a eleger os deputados portugueses para o parlamento europeu?


Blogger Lala said...

isso sim, parecia-me uma medida realmente sensata  


Enviar um comentário

© J. Salinas 2005 - Powered by Blogger and Blogger Templates