Se isto não coisar clique aqui e assim. Olhe que não, shô Doutor! Olhe que não...: Factos da vida #3 <body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6653557\x26blogName\x3dOlhe+que+n%C3%A3o,+sh%C3%B4+Doutor!+Olhe+que+n%C3%A3...\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://olhequenao.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://olhequenao.blogspot.com/\x26vt\x3d-538406010109702714', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Olhe que não, shô Doutor! Olhe que não...

Verdades absolutas sobre basicamente tudo.
All great truths begin as blasphemies.
Nem mais. Porra. 

27 de janeiro de 2007

Factos da vida #3










A linha que separa o romantismo da depravação é muito ténue. Atente-se no exemplo prático. Se dissermos que a nossa namorada é uma bonequinha, as pessoas sorriem e chamam-nos românticos. Junte-se “insuflável” à equação e já somos depravados.


Blogger Jam said...

Muito bem visto :)  


Blogger João said...

Finalmente vejo aqui escritos que relatam acontecimentos biográficos daqueles assim reais. Já era altura!  


Blogger Pedro said...

Olha, ainda bem que te vejo. Pá, preciso que me devolvas a bomba de pé.  


Anonymous Lu said...

O meu namorado é um colchão insuflável. Parece-vos depravado dizer isto?  


Blogger Nelson said...

é como a história da pena e da galinha. é preciso muito cuidado para não meter o pé na argola.

quando deixares de precisar da bomba dá para ma emprestares? a minha avariou-se.  


Blogger Isabel Paixão said...

Muito bom, sim senhora....  


Blogger Francisco said...

se disseres "bonequinha insuflável" apanhas com o rótulo de "artista". para passar a depravado será necessário acrescentar "rota".

;)  


Enviar um comentário

© J. Salinas 2005 - Powered by Blogger and Blogger Templates