Se isto não coisar clique aqui e assim. Olhe que não, shô Doutor! Olhe que não...: Factos da vida #15 <body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6653557\x26blogName\x3dOlhe+que+n%C3%A3o,+sh%C3%B4+Doutor!+Olhe+que+n%C3%A3...\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://olhequenao.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://olhequenao.blogspot.com/\x26vt\x3d-538406010109702714', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Olhe que não, shô Doutor! Olhe que não...

Verdades absolutas sobre basicamente tudo.
All great truths begin as blasphemies.
Nem mais. Porra. 

18 de maio de 2007

Factos da vida #15










“Então, quando é que és tu?” é mesmo só para casamentos; que em funerais, e ainda que se assuma um ar taciturno, as pessoas ficam todas coisas.


Anonymous chichas said...

és músico?  


Blogger Dino said...

Claro que, sendo o questionado, condenado à forca, à cadeira, à guilhotina, ou etc., essa pergunta pode ganhar um ar de futuras saudades.  


Blogger map said...

engraçado... e eu a pensar que o facto de eu ter cumprimentado o morto é que tinha incomodado as pessoas naquele funeral...  


Blogger Balázio said...

Não vejo porque isso possa incomodar! Já ouvi muita anedota fraquinha em qualquer um desses acontecimentos.  


Anonymous patriiicia said...

A do casamento incomoda-me mais... Afinal, há males que podemos evitar nesta vida, e o funeral não é um deles! Já o casamento...  


Anonymous Asdruble said...

Eu so caso quando tiver farto de estar bem...la pro ano 2080, se tudo correr bem!  


Blogger Me said...

Isso é um bem direccionado "Vais para o funeral da tua tia? Então diverte-te! Vemos-nos depois!". Ou um "parabéns". Ou um "As melhoras". Realmente, as pessoas ficam meio coisas. Vá-se lá saber porquê.  


Blogger Nelson said...

É isso e "Igualmente". É coisa que às vezes deixa as pessoas assim mais ou menos não sei o quê. "Ah, morreu o meu avô". O outro gajo diz "Os meus pêsames" e eu respondo "Obrigado, igualmente". E o gajo ficou de trombas...  


Blogger João said...

Poruque é que o Rui Unas (ou o Michael Imperiolli dos Sopranos) aparece na foto deste post?  


Blogger Ana said...

Pode não ser adequado, mas ainda é a melhor maneira de calar as velhas que perguntaram, no último casamento: «então, quando é que és tu?» :-)
E ainda é a receita garantida de que no próximo casamento terão mais cuidado...  


Blogger João Nascimento said...

A questão não é: porque é que o Rui Unas aparece na foto deste post? A questão é: porque é que o Rui Unas aparece na Floribella, e como é que eu sei isso?  


Blogger Cataclismo Cerebral said...

Só nos funerais para ter óptimas conversas. Não é à toa que se diz que "nada como casamentos ou funerais para junar la famiglia".  


Blogger GRaNel said...

Se fôr dita à prima gorda e feia que teimamos em esbarrar nos casamentos, os efeitos podem ser piores dos que os causados num funeral...  


Enviar um comentário

© J. Salinas 2005 - Powered by Blogger and Blogger Templates